quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Livro: Gandavos - Terceiros Contos



GANDAVOS – TERCEIROS CONTOS é o terceiro volume de uma coletânea de contos, em histórias reais ou ficcionais, ora emocionantes, ora bem humoradas, em um trabalho que agregou escritores de várias partes do Brasil, privilegiando a diversidade de nossa cultura regional.
Apresentação: RANGEL ALVES DA COSTA
Prefácio: HELENA FRENZEL
Contracapa: AUGUSTO SAMPAIO ANGELIM
Orelhas: GERALDINHO DO ENGENHO e CELÊDIAN ASSIS DE SOUSA.
Ilustração da capa: EDMAR SALES
A arte da capa: Joselma Firmino
Formato: 14x21; capa 4 cores com brilho; papel amarelo
Número de páginas: 175
Coordenação: Carlos A Lopes
Colaboradores: Celêdian Assis, Maria Mineira e Patrícia Celeste Lopes
São autores da obra:
MARIA OLIMPIA ALVES DE MELO, CARLOS A. LOPES, DILERMANDO CARDOSO, GERALDINHO DO ENGENHO, AUGUSTO SAMPAIO ANGELIM, MARIA MINEIRA, ANA BAILUNE, CELÊDIAN ASSIS DE SOUSA , RANGEL ALVES DA COSTA, LENAPENA, NÊODO AMBRÓSIO DE CASTRO, GILBERTO DANTAS,  ROBERTO RÊGO, HELENA FRENZEL, FÁBIO RIBAS, JUSSARA BURGOS, DEFRANCO FROSSARD, CARLOS COSTA, JCARNEIRO, ALBERTO VASCONCELOS, ADRIANE MORAIS, JORGE FARIAS REMÍGIO, DILEMAR COSTA SANTOS e FRANCISCO TIBÉRIO DE ARAÚJO.

Livro dedicado a:

MARIA OLIMPIA ALVES DE MELO

18 comentários:

Carlos Costa disse...

Vou aguardar meus exemplares porque mais uma vez, tenho a certeza de que será um passeio incrível pela cultura do Brasil, retratada com maestria, sabedoria e um pitada de humor de alguns escritores. No meio de tudo, há linguagem coloquial que me impressiona muito. Um abraço de Manaus a todos os companheiros que integram esse grande projeto desenvolvido pelo companheiro Carlos Lopes, que chegou de mansinho com todos e se tornou um ícone da persistência literária.

Anônimo disse...

Com essa turma boa só pode ser coisa boa! Um passeio pela Literatura Brasileira, pescando em cada rincão um pouquinho dos falares e sentires do nosso povo e da nossa vivência, sob a ótica de variados e talentosos autores. Parabéns a você Carlos e aos participantes! Marina Alves.

Professor Oliveiros disse...

Nossa, amigo! Só têm feras. Só pode dar coisa boa.....

Maria Mineira disse...

Nós do grupo Gandavos, tentamos através de mais esse livro, partilhar a emoção que sentimos ao escrever cada história. Nosso intuito é levar o leitor a ler como simples passatempo, como forma de divertimento, de evasão e de refúgio, nas diversas situações quotidianas, pois, nosso livro traz uma leitura despreocupada e isso pode ser uma coisa prazerosa, quando a pessoa lê apenas para aumentar o seu coração, e não para ter o gosto de contemplar como as regras da gramática se cumprem.
Acredito na força de um livro, pois, ao longo dos tempos a escrita sempre teve um poder de transformação. Li em algum lugar que os poetas são os legisladores ocultos do universo. Não me considero uma escritora, sou apenas uma contadora de causos, mas fico grata ao Carlos Lopes e a todos os outros poetas e escritores que tão bem me acolheram na Família Gandavos.
Para mim, um livro constitui uma solidão a dois, um companheiro com que se pode sempre contar nos momentos mais diversos. Ler é estar sozinho num mundo povoado de vida e palavras.
Boa leitura a todos!

geraldinho do engenho rodrigues da costa disse...

Minha saudosa mãe nunca perdeu a oportunidade em aconselhar-me a estar sempre ente os bons, sem jamais me exaltar com espirito de grandeza, colocando-me sempre no meu devido lugar...Ser o pior entre os amigos significa estar bem acompanhado, compartilhando em um ambiente saudável,,, E graças ao meu amigo Carlos Lopes este pilar da cultura brasileira, mais uma vez eu vejo-me realizando o desejo de minha saudosa mãe... Obrigado Carlos lopes por incluir-me entre os bons neste projeto da literatura brasileira, e obrigado aos amigos que me aceitaram entre eles compartilhando desta obra maravilhosa...

Carlos A. Lopes disse...

Amigo Geraldinho, penso igual a você, estar bem acompanhado é tão importante que o aconselhamento vem das mães que por sua vez gerdaram dos avos e por aí s segue. ¨Ser o pior entre os amigos significa estar bem acompanhado, compartilhando em um ambiente saudável¨, essa parte cabe melhor em mim, amigo. Sou de escritos singelos e somente bem acompanhado sou percebido ou lido, de modo que agradeço a vocês autores pela confiança e pela companhia.

Helena Frenzel disse...

Estou curiosa para ver! Sim, mas de um trabalho feito com tanto carinho e dedicação, o que mais se podia esperar além de boa qualidade? Grande abraço, amigo Carlos. Parabéns!!

Maria Mineira disse...

Que emoção!Carlos, mesmo antes de ter o livro nas mãos, tenho certeza que valeu a pena! A Maria Olímpia merece a homenagem, é uma grande escritora! Parabéns a todos!

Anônimo disse...

Parabéns a todos, como eu disse acima, só podia sair coisa boa! Marina Alves.

Ana Bailune disse...

Boa noite a todos! Parabéns a cada um que participou e principalmente, parabéns a você Carlos! Fico muito contente que tenha dado tudo certo, graças ao seu empenho, competência e dedicação.

Carlos A. Lopes disse...

Helena, coordenar trabalho dessa natureza é estar atento aos mínimos detalhes. A responsabilidade sobre os meus ombros é enorme, mesmo sabendo da confiança dos autores. A gente quer retribuir um produto que agrade a todos e cá pra nós, hoje quando peguei o livro nas mão pensei: Esse todos vão amar de coração. Deve haver algumas falhas, nada que comprometa, o livro é de excelente conteúdo e não deve nada a editora alguma em termos editoriais... enfim, correspondi aos autores, tenho certeza e é somente isso que vai me fazer colocar a cabeça no travesseiro e dormir o sono dos anjos. Amanhã esses danadinhos já começam a ¨avuᨠpros braços dos seus autores. Que venha o quarto livro!!!!!!!!!!!!!!!

Carlos A. Lopes disse...

É verdade, amiga Maria Mineira, a opção dos autores em dedicar este livro a Maria Olimpia Alves de Melo, foi de grande importância. Vamos levar essa ideia adiante.

Carlos A. Lopes disse...

Amiga Marina Alves, um erro até perdoamos, dois não, viu? Queremos sua presença no próximo livro, porém entendemos seus motivos. É evidente que estou a brincar, você está no Concurso e evidentemente vai compor um livro marcante para minha região. Aliás, queria externar justamente esse fator do concurso, a importância que esse livro terá a nós que amamos essa terra complicada de se viver, nem por isso desprezada. Amo meu Nordeste, com ou seu chuva, ora!

Carlos A. Lopes disse...

Ana Bailune, obrigado pela confiança. Você foi uma das primeiras pessoas que confiou em mim, quando fiz o blog, cedendo seus textos. Se tenho a sua confiança é porque estou no caminho certo. E no dia que eu perder a confiança desse grupo não vou me recompor com nenhuma outra turma, prefiro pendurar as chuteiras. O danado é que tenho fôlego pra ir muito mais que a mente de um escritor pode imaginar, só que gosto de andar em grupo, termino aprendendo com vocês um pouco mais.

Carlos A. Lopes disse...

É verdade professor Oliveiros, só tem fera nos Gândavos... e cada vez chegando mais, estamos lhe recebendo de braços abertos, quem sabe no próximo livro estará conosco.

Carlos A. Lopes disse...

Meu querido Carlos Costa, conosco desde o inicio dos trabalhos do blog e compondo os três livros. Obrigado do coração. É um prazer danado saber que somos amigos.

Anônimo disse...

Não vejo a hora de receber o exemplar!!! Parabéns Carlos e para todos os escritores, em especial à Maria Olimpia! Beijos
Michele C.Marchese

Celêdian Assis disse...

Não é demais repetir e ressaltar o quanto tem sido importante para todos nós que participamos da família Gandavos, a união e a força com que se formou este grupo de escritores afins em um mesmo gênero literário, a arte de contar histórias. Contudo, a família se formou a partir da criatividade, da generosidade e da competência do Pai do projeto, o amigo Carlos Lopes, a quem, eu como parte dessa prole, só tenho honras a render, agradecimentos eternos por fazer e um grande respeito pelo excelente trabalho que vem conduzindo na edição de nossos trabalhos. Este terceiro volume vem acrescentar ainda maior satisfação, prazer pela conquista de objetivo, de sonho pessoal. Então, só posso dizer da forma mais simples e corriqueira, mas a mais sincera, obrigada, Carlos! E aos autores amigos, parceiros com quem tenho o prazer de desfrutar da companhia, nesse e nos outros volumes anteriores, quero parabenizá-los pelas suas criações, deixar um grande abraço e também o meu agradecimento pela oportunidade de estar ao lado de vocês, obrigada!
Um abraço carinhoso, Carlos.
Celêdian